segunda-feira, 12 de agosto de 2013

Por que prefiro quadros físicos?

A pergunta é pertinente e me pego frequentemente explicando estes motivos. Então nada mais justo que surgir uma "curtinha" no blog. É óbvio que o quadro eletrônico tem suas vantagens, como facilidade para times distribuídos e geração automática de gráficos complicados, como um CFD, mas na minha experiência, sempre que possível, opte pelo físico. Por que?
  1. Normalmente é mais barato. Até softwares gratuitos exigem um servidor, backup de dados, etc.;
  2. Mais fácil de usar que um software, particularmente por pessoas menos técnicas e por aquelas que estão envolvidas esporadicamente;
  3. Mais fácil de customizar. Escreva nele, adicione um post-it, adicione outros tipos de adesivos, etc. e pronto. A maioria dos pacotes de software são menos flexíveis ou necessitam de customização da empresa que fornece;
  4. Mais visível. Um quadro em uma área comum é algo que as pessoas vêem todos os dias e o dia todo. Isso reforça as tarefas em andamento, comunica o processo e impressiona até quem está fora do time. Com isso, torna as dores mais visíveis e ajuda na argumentação para resolve-las. Age como um ponto focal - um campo de batalha do time, onde podem as pessoas podem se reunir e discutir possíveis problemas e riscos;
  5. Um ponto menor, mas a maioria das pessoas gostam da satisfação do tato de mover o post-it de uma coluna para outra e da criatividade em desenhar figuras e símbolos para mostrar o status ou impedimentos, em vez de apenas olhar para colunas de texto;
  6. Mesmo que optássemos por uma TV, para demonstrarmos toda as informações disponíveis em alguns quadros físicos, precisaríamos de pelo menos 4 TVs - uma para o fluxo principal, uma para o fluxo de issues da daily, uma para o fluxo das retrospectivas e uma para os gráficos.
Os quadros de vários projetos onde atuo como consultor são muito ricos e com a passagem destes quadros para o meio eletrônico perderíamos muita informação.

Bem, é isso. E você? Prefere o eletrônico? Por que?

5 comentários:

  1. João Paulo Novais13 de agosto de 2013 15:22

    Tenho uma dificuldade especial em comunicar os resultados do meu quadro físico para a direção da empresa, já que uma foto é vista ainda como algo muito "informal"... outro ponto importante que tenho sentido falta é demonstrar um post-it é dividido entre pessoas. Como demonstrar? Já tive casos com 6 pessoas!

    ResponderExcluir
  2. Grande João!
    Eu fomento bastante a adoção de gráficos CFD e de quantidade de impedimentos por tempo. É impressionante a eficiencia do CFD em mostrar a saúde do flluxo. Além disso, se a direção precisa ser informada sobre o quadro, é muito interessante que *ela vá até o quadro* e veja como está.
    Para mostrar quem está com cada tarefa, gosto muito da opção dos avatares (mais lúdico) ou aquele marcador pequeno e retangular com o nome da pessoa (menos lúdico).

    ResponderExcluir
  3. João Paulo Novais13 de agosto de 2013 15:48

    Realmente, enviar foto é "empurar" o sistema o que não é bom... sobre as pessoas em cada atividade, rotineiramente alguns diretores querem saber quantos dos seus estão em quais projetos. Na mão e no olho a ralação é grande... De qualquer forma, concordo 100% de que o quadro físico é muito melhor!

    ResponderExcluir
  4. João, você usar um quadro físico não quer dizer que dispensamos todos os meios eletrônicos. Nos projetos onde atuo como consultor, usamos planilhas eletrônicas, para registro e histórico do lead time.

    Você pode manter uma lista dos times acima do quadro e ainda manter uma planilha que tenha essas informações.

    ResponderExcluir
  5. João Paulo Novais13 de agosto de 2013 16:20

    Legal. Tenho usado planilhas também, mas nos últimos dias tenho avaliado o http://wiphub.com do Yoshima. Valeu!!!

    ResponderExcluir